domingo, 22 de setembro de 2013

Massa de pizza caseira

Gostamos muito de fazer e comer pizzas caseiras. É uma actividade divertida e o gosto das pizzas caseiras não tem mesmo nada a ver com as pizzas industrias e congeladas que compramos no supermercado.
Depois de termos experimentado várias receitas para a massa caseira, encontrámos enfim aquela que nos parece ser a melhor de todas e que adoptámos a partir de agora. Experimentem e não vão ficar desiludidos.


Para 5 pizzas:
- 1 kg de farinha (de preferência farinha de tipo 00)
- 500ml de água (temperatura ambiente)
- 5g de fermento de padeiro
- 30g de sal fino

Comece por meter a farinha num grande alguidar. Dissolva o fermento na água.
Faça um buraco no meio e meta aí a água e o sal.
Amasse bem durante cerca de 30 minutos para que a massa fique lisa e homogénea.
Cubra o alguidar com um pano e deixe reposar durante uma noite inteira, ou pelo menos durante 6 horas.
Depois deste repouso, a massa duplicou de volume, está bem fofa e pronta a ser trabalhada.
Retire uma pequena bola de massa e estique bem com o rolo da massa.
Meta a massa que acabou de esticar num prato redondo para pizzas. Eu costumo usar os pratos anti-aderentes e com furos porque noto que dão melhores resultados.
Recheie a pizza com os ingredientes que preferir.
Nesta foto, usei os seguintes ingredientes, na ordem que vou citar:

- 3 colheres de sopa de polpa de tomate
- queijo mozzarela ralado
- metade de uma lata de cogumelos laminados
- 4 fatias de fiambre
- 3 fatias de salame sem alho

Pré-aqueça o forno a 250 ou 280°C. 
Quando o forno estiver quente, meta a pizza no forno durante 10/12 minutos.

Bom apetite! 



sábado, 14 de setembro de 2013

Bolo de claras com pepitas de chocolate

Tinham-me sobrado claras de uma receita anterior e tinha-as congelado. Como costumo sempre fazer um bolo ou biscoitos durante o fim se semana, fui à procura de uma receita onde pudesse usar as claras. Encontrei a receita do bolo de claras mas achei simples demais. Por isso, decidi juntar pepitas de chocolate e cobrir com chocolate derretido. Foi um sucesso!


- 5 claras
- 100g de manteiga
- 400g de açúcar
- 350g de farinha
- meio pacotinho de fermento em pó
- 200ml de leite
- 100g de pepitas de chocolate
- 4 gotas de essência de baunilha

Para a cobertura:
- 100g de chocolate para culinária
- 20g de manteiga
- 100ml de natas 

Pré-aqueça o forno a 180°C.
Bata a manteiga com o úcar. Adicione, em seguida, a farinha, o fermento e o leite aos poucos e de forma alternada.
Bata as claras em castelo e envolva bem à preparação anterior.
Por fim, junte as pepitas e a essência de baunilha e misture bem.
Unte uma forma com manteiga e polvilhe com farinha. Verta o preparado dentro da forma e leve ao lume durante aproximadamente 30 minutos. Verifique a cozedura com um palito.
Deixe arrefecer antes de desenformar.

Entretanto, prepare a cobertura: Derreta em banho-maria o chocolate com a manteiga. Junte as natas e mexa rapidamente. Cubra o bolo com este creme e deixe arrefecer.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Mexilhão em tomatada

Esta é a única forma de comermos mexilhão cá em casa. Fica pronta em apenas meia hora e é um petisco muito saboroso. Aqui vai:


- 2 kg de mexilhão
- 1 cebola
- 1/2 copo de vinho branco
- uma chávena bem cheia de polpa de tomate
- 200g de bacon em cubos
- azeite
- 1/2 ramo de salsa 

Primeiro lava-se os mexilhões e escorre-se.
Numa grande panela, meta um bom fio de azeite, o bacon e a cebola cortada às rodelas.
Deixe refogar até a cebola estar translúcida e o bacon alourado.
Junte então os mexilhões, a polpa de tomate e o vinho e mexa muito bem. Junte a salsa.
Tape a panela e deixe cozer durante 15 minutos, mexendo de vez em quando.
E está pronto!
Aqui perto, na Bélgica, costumam acompanhar os mexilhões com batata frita mas aqui em casa não temos esse hábito.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Alheira frita

Fui ao talho e vi lá umas belas alheiras e como  já há bastante tempo que não comíamos alheiras, resolvi trazer para o almoço. Fi-las da maneira mais simples, apenas fritas e acompanhadas com ovos estrelados e salada de alface e tomate. Foi uma delicia!


- 1 alheira
- azeite
- 1 ovo

Esta receita é muito simples. 
Meta um fio de azeite generoso numa frigideira e aqueça um pouco. Pique a alheira de ambos os lados e meta-a na frigideira, baixe o lume, tape e deixe fritar durante alguns minutos. Vire a alheira e deixe de novo fritar durante alguns minutos até ela estar bem corada de ambos os lados.
Frite o ovo e acompanhe também com salada de alface e tomate.
Bom apetite!

domingo, 8 de setembro de 2013

Polvo cozido

Gosto muito de polvo e da última vez fiz polvo à lagareiro que é uma receita que leva muito tempo no forno. Desta vez queria que fosse mais rápido pois era um dia de semana e quando chego a casa ao fim do trabalho gosto de fazer coisas mais simples que não demore muito tempo. Então, fiz o polvo da maneira mais simples que existe: cozido com batatas. E olhem que ficou delicioso e gostámos imenso!


- 1 polvo (fresco ou descongelado)
- metade de uma cebola
- 1 folha de louro

Passe o polvo por água várias vezes.
Meta o polvo na panela de pressão e cubra (não completamente) com água. Junte metade de uma cebola e a folha de louro.
Feche bem a panela de pressão e leve ao lume. Quando começar a apitar, espere 25 minutos e desligue o lume.
Espere algum tempo antes de abrir a panela de pressão.
Escorra o polvo e acompanhe com batata cozida.

Querem receita mais fácil do que esta??? :-)

sábado, 7 de setembro de 2013

Carne de porco à alentejana

Mais um prato tradicional português de que gosto imenso. Mais uma vez era um prato que a minha mãe fazia imensas vezes. É muito simples de fazer mas requer alguma antecedência para marinar a carne e limpar as amêijoas. Mas vale mesmo a pena. Cá em casa, devorámos a fridigeira inteira!! :-)


- 800g de carne de porco aos cubos
- 1kg de amêijoas
- azeite ou banha de porco
- batatas
- pimentão doce, sal, pimenta, alho
- vinho branco
- salsa picada

Comece algumas horas antes por preparar a marinada para a carne.
Numa grande tijela, meta a carne, regue com um copo ou dois de vinho branco, junte 2 dentes de alho picados, polvilhe com bastante pimentão doce (ou massa de pimentão), tempere com sal e pimenta.
Deixe marinar (tapado com filme aderente no frigorifico) durante algumas horas ou de um dia para o outro.
Durante esse tempo, meta as amêijoas numa grande tijela ou panela e cubra com água salgada.
A cada meia hora, mexa as amêijoas e mude a água. Vai ver como a areia sai toda.
Repita a operação várias vezes até não sair mais areia.
Descasque as batatas, lave-as e corte-as em cubos. Deixe-as reposar em água fria durante 15 minutos.
Entretanto, meta um pouco de banha ou de azeite numa grande frigideira. Quando estiver quente, meta a carne de porco (sem a marinada). Core bem a carne de todos os lados, mexendo sempre.
Aqueça o óleo para as batatas fritas.
Junte as amêijoas à carne, mexa, diminua para lume médio e deixe cozinhar durante 15 minutos, mexendo de vez em quando.
Durante esse tempo, frite as batatas e escorra.
Misture as batatas à carne e às amêijoas.
Sirva imediatamente polvilhado com salsa picada.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Coelho com mostarda

Como já tinha referido, aqui em casa gostamos muito de coelho. Costumo sempre fazê-lo guisado com o tradicional molho de tomate. Da última vez, já tinha experimentado uma nova receita que podem encontrar no blog e desta vez, apeteceu-me experimentar esta receita com mostarda. E ficou muito bom!! :-)

 

- 1 coelho 
- 1 lata de cogumelos (ou cogumelos frescos se tiver em casa)
- 250 ml de natas 
- sal, pimenta, folha de louro 
- azeite 
- 1 cebola 
- meio copo de vinho branco 
- mostarda 

Limpar e cortar o coelho. 
Picar a cebola fininha e refogá-la numa panela grande com azeite. 
Juntar os pedaços de coelho, temperar com sal, pimenta e louro. Deixar dorar alguns minutos sem deixar colar ao fundo, baixar o lume, adicionar o vinho branco, tapar a panela e deixar cozinhar durante cerca de 45 minutos, virando sempre a carne de vez em quando. 
A meio da cozedura, junte os cogumelos depois de bem escorridos. 
Quando o coelho estiver bem cozido, juntar as natas onde préviamente misturou algumas colheres de sopa de mostarda. 
Deixe cozinhar ainda durante mais ou menos 15 minutos. 
Sirva com arroz ou puré de batata.

Muffins de chocolate

Já há algum tempo que queria experimentar esta receita. Aqui em casa, gostamos imenso de chocolate e esta receita é surpreendente porque quando se abrem os muffins, o chocolate derrete e é uma verdadeira delícia pecaminosa. Ainda por cima, é extremamente fácil de realizar, não custa nada. Mas quando os muffins arrefecem por completo, o ‘coração’ de chocolate volta a solidificar-se, daí a necessidade de aquecê-lo no micro-ondas apenas alguns segundos para voltar a ter a mesma experiência gulosa!

- 150g de farinha 
- 75g de açúcar 
- 7 colheres de sopa de leite 
- 1 ovo 
- metade de um pacotinho de fermento em pó 
- 50g de manteiga 
- 100g de chocolate para cozinha 
- 1 pitada de sal 

Unte as forminhas de muffins com manteiga e polvilhe com farinha, retirando o excesso. 
Pré-aqueça o forno a 200°C. 
Derreta o chocolate com a manteiga em banho-maria ou no micro-ondas (na potência mais fraca e durante apenas breves minutos).
Numa tigela grande, misture a farinha, o fermento, o açúcar e o sal. 
Junte o chocolate derretido e misture. Adicione, em seguida, o leite, misture e depois também o ovo batido. Misture. 
Encha as forminhas até mais de metade mas não as encha completamente porque os muffins vão crescer. 
Meta um quadradinho de chocolate dentro de cada muffin e cubra com mais um pouco de massa. 
Leve ao forno durante 15 minutos. Deixe arrefecer antes de desenformar.

domingo, 1 de setembro de 2013

Caril de gambas

Gosto imenso de pratos com caril! Tanto caril asiático como indiano. Decidi então comprar um frasquinho de caril amarelo em pό pra ir experimentando cá em casa. E aqui vai a primeira receita em que usei esta especiaria de que tanto gosto. Até o meu marido, que não é grande apreciador de caril, gosto muito e comeu o prato todo ;-)

Primeiro, coza as gambas durante 3 minutos em água a ferver sem sal. Escorra, descasque e reserve.

Deite um generoso fio de azeite numa frigideira e quando estiver quente, junte as gambas e o alho picado. Tempere com sal e pimenta e vá sempre mexendo. Deixe cozinhar durante cerca de 5 minutos a lume médio.

Junte as natas e o caril. Mexa bem até o caril estar completamente dissolvido.

Deixe cozinhar mais alguns instantes e sirva bem quente, acompanhado de arroz basmati.